Busca

Rede de Divulgação

Noticia

Custo de observância e marco regulatório são temas do 5° Encontro de Direito das Cias. Abertas

Evento terá alguns dos principais profissionais do Direito no país


SÃO PAULO | 03/10/2018


"Desde 2017 vimos em parceria com a CVM e a B3 no projeto ´abertas+SIMPLES`, visando à simplificação dos formulários e procedimentos exigidos pela regulação e autorregulação das companhias abertas. E este é um momento importante para destacarmos o assunto, tão caro ao mercado de capitais", resumiu Alfried Plöger, presidente do Conselho da Abrasca-Associação Brasileira das Companhias Abertas, que fará pronunciamento de abertura do evento.

O 5° Encontro Abrasca de Direito das Companhias Abertas acontecerá em São Paulo, dia 25 próximo, a partir das 8h30, no teatro do CIEE. O primeiro painel será "Combinação de Negócios", tendo como moderador Henry Sztutman, presidente da COJUR (Comissão Jurídica da Abrasca) e sócio do escritório Pinheiro Neto Advogados. O objetivo deste é debater experiências recentes de compra e venda de empresas.

"Contencioso - Novo marco regulatório da fiscalização BC/CVM" será a abordagem seguinte, com a moderadora Maria Isabel Bocater, diretora da Abrasca e sócia-fundadora do Bocater, Camargo, Costa e Silva & Rodrigues Advogados . Finda a parte da manhã, seguirá o almoço.

Na parte da tarde haverá painel sobre o "Dia a Dia das Companhias - Como reduzir o custo de observância". A moderação estará a cargo de Alessandra Polastrini, integrante do projeto "abertas+SIMPLES", debatendo o esforço da Abrasca, iniciado em 2017, para propor a simplificação ampla dos formulários e procedimentos exigidos.

O último painel debaterá "Tendências - Investimentos externos via mercado de capitais", tendo como moderadora Nair Saldanha, vice-presidente da COJUR e sócia do Madrona Advogados . Na pauta, as propostas e experiências de atração de recursos externos para o Brasil por meio de novas ferramentas de captação como ICOs, cross-border listing e híbridos.

O encerramento do evento será feito por um representante da Comissão de Valores Mobiliários. Outras informações pelo email nilsonjunior@abrasca.org.br