Busca

Rede de Divulgação

Noticia

Senior Solution amplia EBITDA ajustado em 25,4%

Segundo Bernardo Gomes, Diretor Presidente, esse crescimento modesto absorve o menor faturamento em dois importantes clientes que venderam e/ou reduziram suas operações no Brasil.


São Paulo | 09/05/2018


A Senior Solution (B3: SNSL3), líder em tecnologia para o setor financeiro no Brasil, registrou no primeiro trimestre receita líquida de R$ 32,6 milhões, crescimento de 1,9% sobre o mesmo período do ano anterior. Segundo Bernardo Gomes, diretor presidente, esse crescimento modesto absorve o menor faturamento em dois importantes clientes que venderam e/ou reduziram suas operações no Brasil. "Ou seja, houve uma perda incomum de receitas, mas as vendas foram suficientes para compensá-la", afirma. Destaca-se o crescimento de 12,9% na unidade de Serviços, apesar da leve redução de 2,7% na unidade de Software.

Os custos somaram R$ 20,5 milhões, redução de 3,3% sobre o mesmo período do ano anterior, consequência da consolidação da Attps, adquirida em novembro de 2016. Importante mencionar que essa redução acontece apesar da intensificação dos investimentos em Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação. Já as despesas gerais e administrativas somaram R$ 7,6 milhões, queda de 4,7% sobre igual período de 2017. Vale notar que a maior provisão para bônus prejudica a comparabilidade, dado que a companhia iniciou este ano alinhada às metas corporativas, fato que não ocorreu em 2017.

Ainda no primeiro trimestre, a companhia realizou um complemento de R$ 4,6 milhões na provisão da Parcela Adicional pela aquisição da Attps, condicionada ao alcance de uma meta de receita liquida em 2017. Para Gomes, isso não é má notícia, pelo contrário. "Na verdade, a Attps apresentou receita maior do que esperávamos quando anunciamos a transação, muito por consequência das diversas vendas cruzadas no ano passado. Isso só comprova a nossa tese: recolocamos a Attps em uma trajetória de crescimento", afirma.

Por consequência, o EBITDA ajustado, excluído esse complemento na provisão, atingiu R$ 4,5 milhões, crescimento de 25,4%, com margem EBITDA ajustada de 13,8%, aumento de 2,6 pontos percentuais, confirmando o bom começo de ano. Já o lucro caixa ajustado foi de R$ 3,5 milhões, crescimento de 9,1%, com margem de 10,7%, aumento de 0,7 ponto percentual. E a posição financeira permanece confortável, ainda mais com a alienação das ações em tesouraria realizada em abril, por meio da qual a Companhia levantou R$ 7,8 milhões.

Para Gomes, a empresa inicia 2018 satisfeita com os resultados alcançados até o momento, e entusiasmada com a intensificação dos investimentos em Pesquisa, Desenvolvimento & Inovação e Marketing, demonstrando comprometimento com a aceleração do crescimento orgânico e reforçando a orientação para os resultados de longo prazo. De acordo com o executivo, uma nova Senior Solution está nascendo. "Essa será a maior transformação no portfólio de produtos desde 2005, quando lançamos o primeiro software. Neste ano, além de buscar o crescimento inorgânico com ainda mais intensidade, abrimos um novo caminho promissor para acelerar o crescimento orgânico", conclui.