Busca

Rede de Divulgação

Noticia

Fato Relevante - Engie Brasil Energia S/A

Engie Brasil Energia conclui aquisição do complexo eólico umburanas e segue expandindo sua presença por meio de fontes complementares


Florianópolis - SC | 24/11/2017


Engie Brasil Energia S.A.
Companhia Aberta
CNPJ 02.474.103/0001-19
NIRE 4230002438-4

Fato Relevante

Engie Brasil Energia conclui aquisição do complexo eólico umburanas e segue expandindo sua presença por meio de fontes complementares

A ENGIE BRASIL ENERGIA S.A., companhia aberta, com sede na Cidade de Florianópolis, Estado de Santa Catarina, na Rua Paschoal Apóstolo Pítsica, 5064, CNPJ/MF n.º 02.474.103/0001-19 ("Companhia" ou "EBE"), vem, em cumprimento ao disposto nas Instruções CVM nº 358/2002 e nº 480/2009, dando sequência à comunicação feita pelo Comunicado ao Mercado divulgado em 23 de agosto de 2017, informar aos seus acionistas e ao mercado em geral que, após o atingimento das condições precedentes acordadas entre a EBE e a Renova Energia S.A., companhia aberta, CNPJ sob n.º 08.534.605/0001-74, e ajuste de preço conforme acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), foi concluída a operação de aquisição, por sua controlada ENGIE Brasil Energias Complementares Participações Ltda., da totalidade do capital social das empresas que compõem o Complexo Eólico Umburanas ("Projeto Umburanas" ou "Complexo"), localizado no Estado da Bahia ("Operação"), pelo preço ajustado de aquisição de R$ 16.937.854,20 (Dezesseis milhões, novecentos e trinta e sete mil, oitocentos e cinquenta e quatro reais e vinte centavos).

A liquidação financeira referente à Operação ocorreu em 24 de novembro de 2017, mediante pagamento da primeira parcela do preço de aquisição no valor de R$ 7.500.000,00 (Sete milhões e quinhentos mil reais).

O Projeto Umburanas terá capacidade instalada total de 605 MW, dos quais 257,5 MW serão destinados ao mercado livre e 102,5 MW foram comercializados no Leilão A-5/2014, ao preço Médio de R$ 139,60/MWh, base 30/11/2014, sujeito a ajuste pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), totalizando 360 MW, com previsão de início de operação comercial para 2019. A Companhia destinará investimentos de cerca de R$ 1,8 bilhão nesta primeira fase do Complexo. Os 245 MW remanescentes serão futuramente desenvolvidos pela EBE.

Essa operação está em consonância com a estratégia da EBE e do Grupo ENGIE de expandir seu parque gerador por meio de fontes complementares, alavancando o crescimento sustentável no Brasil por meio de projetos de energia renovável.

A Operação não se enquadra nas disposições do artigo 256 da Lei Nº 6.404/76, razão pela qual não será submetida à ratificação de acionistas em Assembleia Geral.

Florianópolis, 24 de novembro de 2017.

Eduardo Antonio Gori Sattamini
Diretor-Presidente

Carlos Freitas
Diretor Financeiro Carlos Freitas e Relações com Investidores